Perfil da ME e EPP no ES

Pesquisas realizadas pelo SEBRAE em 2017 e 2019 trazem informações sobre o perfil e as características dos Micro e Pequenos Empresários do Espírito Santo, onde funcionam os seus negócios, o que faziam antes de se tornarem empresários, os motivos que os levaram a se tornar empresário e os impactos da formalização, entre outras informações.

Assunto disponibilizado pela Unidade de Estratégia, Planejamento e Orçamento



Índice

Perfil 
Qual é a escolaridade dos micro e pequenos empresários?
Onde funciona o negócio dos micro e pequenos empresários?
Quais os motivos que levam os micro e pequenos empresários a escolher o empreendedorismo?
Qual era a ocupação do empreendedor antes de se tornar micro ou pequeno empresário?
Quais são os principais motivos para a formalização segundo os micro e pequenos empresários?
Por quanto tempo os micro e pequenos empresários estiveram na informalidade?
Qual a proporção de micro e pequeno empresários que possuem em sua atividade empresarial a única fonte de renda?
Qual é a renda média familiar dos micro e pequenos empresários?
Quais são os principais interesses por capacitação dos micro e pequenos empresários?
Quais são as percepções dos micro e pequenos empresários sobre empreender?

Impactos da formalização 
Qual é o impacto da formalização nas condições de compra com os fornecedores?
A formalização proporcionou aumento de faturamento?
Qual é o impacto da formalização nas vendas para o governo?
Qual é o impacto da formalização nas vendas para outras empresas?
Qual é o impacto da formalização no acesso a crédito?

Relatórios completos

Referências


Qual é a escolaridade dos micro e pequenos empresários?

Em 2019, mais da metade dos micro e pequenos empresários (58%) chegaram ao nível superior. Na comparação com 2017, nota-se um aumento na proporção de micro e pequenos empresário com nível superior.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Onde funciona o negócio dos micro e pequenos empresários?

A maioria dos micro e pequenos empresários opera o seu negócio em um estabelecimento comercial (74%). Em relação a 2017, nota-se um aumento na proporção de micro e pequenos empresários que operam seu negócio em casa, que passou de 12% para 17%.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Quais os motivos que levam os micro e pequenos empresários a escolher o empreendedorismo?

Quando questionados quanto ao principal motivo que os levou a se tornarem micro e pequenos empresários, as principais respostas foram ter conhecimento ou experiencia na área em que empreenderam (49%) e oportunidade de mercado (29%).

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual era a ocupação do empreendedor antes de se tornar micro ou pequeno empresário?

Antes de se tornarem micro e pequenos empresários a maioria (60%) era empregado com carteira assinada.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Quais são os principais motivos para a formalização segundo os micro e pequenos empresários?

Quando questionados quanto ao principal motivo que os levou a se formalizarem os Pequenos Empresários citaram ter uma empresa formal (46%), evitar problemas com a fiscalização/prefeitura (11%), e necessidade de obter/aumentar renda (6%).

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2019.

Por quanto tempo os micro e pequenos empresários estiveram na informalidade?

O tempo médio que os empreendedores passaram na informalidade foi de 6 anos e meio em 2019, ao passo que em 2017 essa média era quase o dobro.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual a proporção de micro e pequeno empresários que possuem em sua atividade empresarial a única fonte de renda?

Cerca de 68% dos empresários afirmam ter na atividade empresarial sua única fonte de renda.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual é a renda média familiar dos micro e pequenos empresários?

Em relação a renda familiar dos micro e pequenos empresários, a pesquisa apontou que a maioria (53%) tem renda de mais de 6 salários mínimos, ou seja, mais de R$ 5.988,00.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Quais são os principais interesses por capacitação dos micro e pequenos empresários?

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Quais são as percepções dos micro e pequenos empresários sobre empreender?

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual é o impacto da formalização nas condições de compra com os fornecedores?

A maioria dos micro e pequenos empresários (84%) afirmaram que ter um CNPJ proporcionou melhoria nas condições de compra junto a fornecedores.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

A formalização proporcionou aumento de faturamento?

A maioria dos micro e pequenos empresários (73%) afirmaram que após a formalização o faturamento aumentou.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual é o impacto da formalização nas vendas para o governo?

Outro benefício de se formalizar (ter um CNPJ) é a possibilidade de vender para governos e prefeituras. Um dos mecanismos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (LC 123/2006) é a preferência em licitações. Porém, os números indicam que esse benefício ainda pode ser ampliado: 68% afirmaram que nunca venderam produtos ou serviços para a prefeitura ou governo.


Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual é o impacto da formalização nas vendas para outras empresas?

A possibilidade de emitir nota fiscal facilita as vendas para outras empresas, já que pessoas jurídicas têm mais exigências no que diz respeito à compra de produtos e serviços do que pessoas físicas.
Nota-se que 59% dos micro e pequenos empresários afirmaram que é frequente a venda de produtos e serviços para outras empresas.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Qual é o impacto da formalização no acesso a crédito?

Em relação ao acesso ao crédito, nota-se que a uma boa parcela dos micro e pequenos empresários (58%) não buscou empréstimo como pessoa jurídica após a sua formalização. Esse número parece mostrar que ainda há espaço para avançar em relação a esse aspecto.

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017 e 2019.

Relatórios completos

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017.
Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2019.

Referências 

Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2017.
Perfil da ME e EPP, Sebrae/NA, 2019.