Empreendedorismo Feminino no ES

Informações quantitativas sobre as mulheres que empreendem no Espírito Santo, com base nos dados da PNADC/IBGE, e qualitativas, com base em uma pesquisa realizada pelo Sebrae/ES, em 2015, com 40 mulheres sobre empreendedorismo.

Os dados quantitativos da PNADC/IBGE trazem informações como a proporção de mulheres entre os donos de negócios, faixa etária, escolaridade, grau de formalidade, entre outras.

Já a pesquisa qualitativa teve os seguintes objetivos:

  • Explorar a percepção das mulheres empreendedoras sobre o empreendedorismo;
  • Analisar os aspectos comportamentais que caracterizam este público;
  • Identificar necessidades e potencialidades com intuito de orientar ações dos projetos do Sebrae/ES.

Unidade de Estratégia, Planejamento e Orçamento



Índice

Dados Quantitativos 
Qual a proporção de homens e mulheres entre os donos de negócios no Espírito Santo?
Qual a proporção de empregadoras e trabalhadoras por conta própria entre as donas de negócio no Espírito Santo?
Quais são as faixas etárias com maior predominância entre as donas de negócio no Espírito Santo?
Qual é o nível de escolaridade entre as donas de negócios no Espírito Santo?
Qual é o grau de formalidade entre as empreendedoras capixabas?
Onde as donas de negócio do Espírito Santo exercem suas atividades?
Quantas horas são trabalhadas na semana pelas donas de negócio do Espírito Santo?
Qual o rendimento médio mensal das donas de negócio no Espírito Santo?
As empreendedoras capixabas possuem sócio(a)s?

Pesquisa Qualitativa 
O que é empreender na percepção das mulheres?
Quais características as mulheres consideram essenciais para ser uma empreendedora de sucesso?
Como as mulheres lidam com a vida profissional e pessoal?
O que é mais importante para as mulheres: lucro ou satisfação pessoal?
Quais são as expectativas e o que planejam para o futuro?
As mulheres buscam inovar em seu negócio?
Quais são as fragilidades das mulheres empreendedoras?

Referências


Qual a proporção de homens e mulheres entre os donos de negócios no Espírito Santo? 

As mulheres representam 33,3% dos donos de negócio (empregadoras ou trabalhadoras por conta própria), formais e informais, no Espírito Santo.

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

Qual a proporção de empregadoras e trabalhadoras por conta própria entre as donas de negócio no Espírito Santo? 

Entre as 197.773 donas de negócios no Espírito Santo, aproximadamente 170.524 são trabalhadoras por conta própria (86,2%) e 27.248 são empregadoras (13,8%).

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

 Quais são as faixas etárias com maior predominância entre as donas de negócio no Espírito Santo? 

As faixas etárias com maior predominância de mulheres donas de negócios, são 35-44 anos (26%), 25-34 anos (23,9%) e 45-54 anos (20,5%).

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

 Qual é o nível de escolaridade entre as donas de negócios no Espírito Santo? 

Aproximadamente 43,1% das donas de negócio do Espírito Santo possuem nível médio, 33,5% possuem nível fundamental e 23,1% possuem nível superior. O percentual de empreendedoras “sem instrução” é inferior à 1%.

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

Qual é o grau de formalidade entre as empreendedoras capixabas? 

Cerca de 34,6% das empreendedoras do Espírito Santo possuem CNPJ, ou seja, são formalizadas, e 65,4% não possuem.

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

 Onde as donas de negócio do Espírito Santo exercem suas atividades? 

As principais formas de atuação das empreendedoras capixabas para exercerem suas atividades são em loja, escritório ou galpão (39,6%), em domicílio (26,5%) e em local designado pelo cliente (12,3%).

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

Quantas horas são trabalhadas na semana pelas donas de negócio do Espírito Santo? 

Cerca de 37,2% das empreendedoras capixabas trabalham de 14 a 40 horas semanais, e 27,7% trabalham de 40 a 45 horas semanais.

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

Qual o rendimento médio mensal das donas de negócio no Espírito Santo? 

Quase metade das donas de negócio do Espírito Santo (48,4%) tem rendimento médio mensal de até 1 salário mínimo mensal. Conforme apresentado no gráfico abaixo, a proporção de donas de negócio diminuiu a medida que a faixa de rendimento mensal aumenta.

PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

As empreendedoras capixabas possuem sócio(a)s? 

Cerca de 77,9% das empreendedoras capixabas não possuem sócio(a)s e 22% possuem de 1 a 5 sócio(a)s.


PNADC, IBGE, 2º trimestre de 2019.

O que é empreender na percepção das mulheres? 

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

Quais características as mulheres consideram essenciais para ser uma empreendedora de sucesso?

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

Como as mulheres lidam com a vida profissional e pessoal?

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

O que é mais importante para as mulheres: lucro ou satisfação pessoal? 

Quando perguntadas sobre qual fator é mais importante em seus negócios – lucro ou satisfação pessoal – as empresárias responderam que um depende do outro, porém a satisfação pessoal foi considerada um fator muito relevante.

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

Quais são as expectativas e o que planejam para o futuro?

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

As mulheres buscam inovar em seu negócio?

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

Quais são as fragilidades das mulheres empreendedoras?

Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.

Referências

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADC), IBGE, 2º trimestre de 2019.
Empreendedorismo Feminino no ES, SEBRAE/ES, 2015.