Diagnóstico da Cadeia de Petróleo e Gás no Espírito Santo

Diagnóstico realizado com o objetivo de mapear e identificar o perfil das empresas do setor de petróleo e gás do ES, em termos de: faturamento, número de funcionários, porte, cadastros no setor, área de atuação, certificações, desafios do setor, principais melhorias necessárias, e demais dados pertinentes, visando o desenvolvimento de negócios, fomento à inovação e tecnologia, capacitação e atração de investimentos para o Estado. Foram entrevistadas 224 empresas fornecedoras do segmento de Petróleo e Gás, no período de 24 de abril a 24 de julho de 2019.

Assunto disponibilizado pela Unidade de Estratégia, Planejamento e Orçamento do Sebrae Espírito Santo



Índice

Onde se encontra a maioria dessas empresas?
Qual a proporção de pequenos negócios entre essas empresas?
Qual o principal setor de atividade entre as empresas entrevistadas?
Em qual etapa da cadeia de petróleo e gás, essas empresas atuam fornecendo bens ou serviços?
Quantos colaboradores essas empresas possuem?
Qual foi o faturamento destas empresas em 2018?
O faturamento de 2018 aumentou ou diminuiu, com relação ao faturamento de 2017?
Quantas dessas empresas possuem algum tipo de certificado?
Qual a proporção de empresas que possuem cadastro junto a Petrobrás?
Estas empresas possuem cadastro em outras operadoras?
Quais os principais desafios do setor de Petróleo e Gás?
São elaboradas estratégias e colocadas em prática para o alcance dos objetivos da cadeira de Petróleo e Gás?
A empresa capacita seus colaboradores, estando aptos a exercerem suas funções?
A empresa investe em tecnologia e inovação?
A equipe frequenta eventos/feiras, buscando novos conhecimento?
Qual estado (UF) com maior número de clientes?
Qual a proporção dessas empresas que trabalha ou exporta para fora do país?
Quais melhorias são necessárias para promover o fortalecimento da cadeia de Petróleo e Gás no Espírito Santo?
Qual a proporção de empresas que conhecem ou fazem parte das ações das entidades representativas do setor do Estado?

Referências

Onde se encontram a maioria dessas empresas?

A maioria das empresas estão nos municípios de Vitória (32,6%), Serra (27,7%) e Vila Velha (21%).

Qual a proporção de pequenos negócios entre essas empresas? 

70,9% das empresas são pequenos negócios, sendo 44,6% Empresas de Pequeno Porte, 25,4% Microempresas e 0,9% Microempreendedores Individuais.

Qual o principal setor de atividade entre as empresas entrevistadas? 

O principal setor de atividade das empresas da cadeia de Petróleo e Gás é o de Serviços com 55,4%, seguido do setor de Comércio com 17,4%.

Em qual etapa da cadeia de petróleo e gás, essas empresas atuam fornecendo bens ou serviços? 

84,4% das empresas entrevistadas atuam no fornecimento de bens ou serviços para a etapa UPSTREAM (exploração, perfuração e produção) da cadeia de petróleo e gás.

*Questão de múltipla escolha.

Quantos colaboradores essas empresas possuem? 

Grande parcela dessas empresas (39,3%) possui até 10 colaboradores.

Qual foi o faturamento destas empresas em 2018? 

Conforme gráfico abaixo, cerca de 33,5% faturaram em 2018 entre R$ 360 mil e R$ 2,4 milhões, seguido de 17% entre R$ 100 e R$ 360 mil, e 13,8% entre R$ 2,4 milhões e R$ 4,8 milhões.

O faturamento de 2018 aumentou ou diminuiu, com relação ao faturamento de 2017? 

Conforme o gráfico abaixo, 74,6% afirmam que o faturamento aumentou, devido principalmente ao ambiente de negócios, aos processos de planejamento e gestão, à qualificação profissional e ao desenvolvimento tecnológico. Já 25,4% alegam que diminuiu em decorrência da redução da demanda, crise financeira, concorrência, dentre outros.

Quantas dessas empresas possuem algum tipo de certificado? 

57,1% afirmam possuírem algum tipo de certificação, sendo que o mais citado foi o certificado de qualidade.

Qual a proporção de empresas que possuem cadastro junto a Petrobrás? 

A maioria dessas empresas, 79,5%, possuem cadastro junto a Petrobrás.

Estas empresas possuem cadastro em outras operadoras? 

Quase a metade das empresas entrevistadas (48,2%) afirma possuir cadastro em outras operadoras, sendo a Imetame a mais citada.

Quais os principais desafios do setor de Petróleo e Gás? 

Os principais desafios do setor, alegado pelas empresas de Petróleo e Gás, são: Tecnologia e Inovação (44,2%), Legal e Tributária (36,2%), Seguranças, Meio ambiente e Saúde (31,3%), Infraestrutura física e social (30,4%), entre outros.

*Questão de múltipla escolha.

Qual o nível de concordância dos entrevistados à afirmativa: “São elaboradas estratégias e colocadas em prática para o alcance dos objetivos da cadeira de Petróleo e Gás”? 

Apenas a metade dos entrevistados concordou totalmente ou parcialmente com a afirmativa relacionada à elaboração e aplicação de estratégias.

Qual o nível de concordância dos entrevistados à afirmativa: “A empresa capacita seus colaboradores, estando aptos a exercerem suas funções”? 

Mais de 90% dos entrevistados concordam totalmente ou parcialmente com esta afirmativa.

Qual o nível de concordância dos entrevistados à afirmativa: “A empresa investe em tecnologia e inovação”? 

Cerca de 75% das empresas entrevistadas afirmam investir em tecnologia e inovação.

Qual o nível de concordância dos entrevistados à afirmativa: “A equipe frequenta eventos/feiras, buscando novos conhecimento”? 

Apenas 25% dos entrevistados são indiferentes ou discordam da afirmativa.

Qual estado (UF) com maior número de clientes? 

O Espírito Santo é o estado com maior número de clientes (77,2%), seguido de São Paulo (7,6%), Rio de Janeiro (7,1%) e Minas Gerais (4,5%).

Qual a proporção dessas empresas que trabalha ou exporta para fora do país? 

Apenas 12,9% das empresas trabalham ou exportam para fora do país.

Quais melhorias são necessárias para promover o fortalecimento da cadeia de Petróleo e Gás no Espírito Santo? 

Conforme observado no gráfico abaixo, a principal melhoria necessária é o incentivo ao fornecimento de bens e serviços pela indústria local (45,5%).

*Questão de múltipla escolha.

Qual a proporção de empresas que conhecem ou fazem parte das ações das entidades representativas do setor do Estado? 

Cerca de 57,6% das empresas afirmam conhecer ou fazer parte das ações das entidades representativas do setor do Estado.

Referências 

Diagnóstico da Cadeia de Petróleo e Gás no Espírito Santo, SEBRAE/ES e Forum Capixaba de Petróleo e Gás, 2019.