Cervejarias Independentes Brasileiras

O mercado brasileiro de cervejas cresceu significativamente nos últimos anos e continua em desenvolvimento, gerando oportunidade aos que desejam empreender na área. Diante do cenário, o Sebrae, em parceria com a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), realizaram o 1º Censo das Cervejarias Independentes Brasileiras.

O 1º Censo das Cervejarias Independentes Brasileiras visou traçar o perfil de quem está à frente dessas cervejarias no Brasil, assim como conhecer como está estrurado o processo produtivo. A pesquisa foi realizada entre abril e maio de 2019, com 486 respostas de produtores de fábrica própria, produção terceirizada (cervejaria cigana), e bar próprio.

 Assunto disponibilizado pela Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Nacional


Índice

Perfil
Qual o perfil dos empresários de cervejarias brasileiras independentes?
Onde ocorre a produção de cerveja?
Quais cursos cervejeiros os empresários realizam?
Quais estados concentram a maior parte das cervejarias independentes?
As cervejarias independentes operam com quantos sócios e funcionários?
Qual o faturamento esperado para 2019 das cervejarias independentes brasileiras?

Relatórios completos
Referências
Noticias Externas


Qual o perfil dos empresários de cervejarias brasileiras independentes?

Os empresários são, em sua maioria, do sexo masculino (89%), com alto grau de escolaridade e idade média de 39 anos.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Onde ocorre a produção de cerveja?

A maioria das cervejarias independentes produz em fábrica própria (67%). Das empresas que realizam produção cigana, 13% não se consideram uma micro cervejaria artesanal, pelo perfil de utilizarem estrutura de fábricas maiores.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Quais cursos cervejeiros os empresários realizam?

A maioria dos empresários (81%) já realizou curso sobre tecnologia e/ou produção cervejeira. Na sequência, predominam os cursos sobre estilos, sommelier e harmonização.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Quais estados concentram a maior parte das cervejarias independentes?

Rio Grande do Sul (20%) e São Paulo (18%) são os estados que concentram a maior quantidade de cervejarias independentes, contribuindo para a forte representatividade das regiões Sul e Sudeste no segmento. Fora dessas regiões, o estado com maior número de cervejarias é a Bahia.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

As cervejarias independentes operam com quantos sócios e funcionários?

A maioria dos empresários de cervejarias independentes possui sócios. Grande parte (65%) trabalha somente com 1 ou 2 sócios.

>

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Em relação à equipe, 56% das cervejarias independentes possui de 1 a 4 funcionários que trabalham diretamente na operação do negócio.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Qual o faturamento esperado para 2019 das cervejarias independentes brasileiras?

Mais da metade das cervejarias independentes espera faturar até R$360.000,00 no ano de 2019.

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Relatórios completos

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019.

Referências

1º Censo das Cervejas Independentes Brasileiras. Sebrae, 2019

Noticias Externas

Infográfico: 1º censo das cervejarias independentes do Brasil
Cervejeiros projetam crescimento para o setor nos próximos anos, mas há desafios
Pesquisa traça o perfil do cervejeiro independente
Conheça os resultados do 1º Censo das Cervejarias Independentes Brasileiras
Censo: Só 9% das artesanais tiveram prejuízo em 2018, mas poucas lucram em 2019
A febre da cerveja artesanal: pesquisa revela o perfil de quem fez da bebida um negócio