Atlas estadual DataSebrae

A série compila dados sobre os Pequenos Negócios e o seu ambiente legal, assim como sobre economia, sociedade e demografia. As informações são georreferenciadas, permitindo a análise e comparação entre municípios de um mesmo estado.

Acesse o sistema DataSebrae em: www.datasebrae.com.br


Boletim de Estudos & Pesquisas

Periódico mensal que contém informações sobre a economia nacional e internacional, com projeções das principais variáveis macroeconômicas como: Produto Interno Bruto (PIB), Taxa básica de juros (SELIC), Inflação (IPCA) e Taxa de câmbio. Este informativo conta ainda, a cada mês, com um artigo que aborda temas relacionados aos pequenos negócios, além de notícias sobre o desempenho de alguns setores em que é grande a concentração de micro e pequenas empresas (Comércio Varejista, Indústria Têxtil e Confecções, Indústria de Calçados, Indústria Moveleira e Turismo). Em sua última página, podem ser visualizados dados estatísticos atualizados sobre os pequenos negócios.
Maiores informações com Paulo Jorge Fonseca  e Marco Aurélio Bedê.

Economia no interior

Pesquisa do Sebrae e Data Popular que revela potencial do mercado longe das capitais e as oportunidades para os pequenos negócios.

Pesquisa Economia no Interior – Dossiê
Pesquisa Economia no Interior – Notícia
Pesquisa Economia no Interior – Apresentação


Faturamento Mensal das MPE no Brasil

O periódico traz indicadores relativos ao faturamento médio mensal das MPE brasileiras.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê

2016
Maio
Em maio de 2016, o valor médio do faturamento mensal dos Pequenos Negócios foi de R$ 27,8 mil, o que representou aumento real de0,4% sobre o mês anterior (descontada a inflação). Colaborou para esse resultado um dia a mais, se comparado ao mês anterior (maio deste ano teve 21 dias úteis, enquanto abril teve 20 dias úteis). Na comparação com maio do ano passado, o faturamento caiu 7,3%, apesar de maio deste ano ter registrado um dia útil a mais que maio de 2015.

Abril
Em abril de 2016, o valor médio do faturamento mensal dos Pequenos Negócios foi de R$27,2 mil. Queda de 3,4% frente ao mês anterior, já descontada a inflação. Colaborou para esse resultado 1 dia útil a menos, se comparado ao mês anterior (abril deste ano teve 21 dias úteis, enquanto março foram 22 dias úteis). Na comparação com abril do ano passado, o faturamento caiu 2,6% (abril do ano passado também houve mais dias úteis – 20 dias – que neste abril).

Março 
Em março de 2016, o valor médio do faturamento mensal dos Pequenos Negócios foi de R$28,2 mil. Expansão de 3% frente ao mês anterior, já descontada a inflação. Foi o segundo mês consecutivo de expansão. Na comparação com março do ano passado, ficou apenas 3,6% abaixo, a menor queda relativa já verificada desde o início da série. Isto é um sinal de que o quadro dos Pequenos Negócios está parando de piorar.

Fevereiro
Em fevereiro de 2016, o valor médio do faturamento mensal dos Pequenos Negócios foi de R$27,2 mil. Apesar de fevereiro ter tido menos dias úteis que o mês anterior, o faturamento médio de fev/16 aumentou 0,4%, frente a jan/16, já descontada a inflação. Na comparação com fevereiro do ano passado, no entanto, o faturamento médio ainda ficou 5,5% abaixo. A indústria, as EPP e as empresas do sul são os segmentos com melhor desempenho no mês. O câmbio desvalorizado pode já estar contribuindo para a ligeira melhora em fevereiro, já que estimula as exportações, desestimula a concorrência dos importados e tende a reduzir as viagens internacionais e aumentar o turismo interno.

Janeiro
Em janeiro de 2016, o valor médio do faturamento mensal dos Pequenos Negócios foi de R$26,9 mil. Em relação a dezembro, houve queda de 16%. Em relação a janeiro do ano passado a queda foi de 11%. O desempenho de janeiro foi determinado por razões sazonais (o mês sucede o período de festas natalinas), e devido à queda da renda do trabalhador e ao aumento da taxa de desemprego.


O Financiamento dos Pequenos Negócios

Pesquisa que buscou avaliar as principais características do universo dos Pequenos Negócios no Brasil, quanto à questão do seu financiamento, entrevistando 5.341 empresas de micro e pequeno porte.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê.

Hábitos de Uso de Produtos/Serviços Financeiros dos Empresários Brasileiros
Financiamento dos Pequenos Negócios no Brasil
Relatório especial – Bancarização das MPE

Anteriores
O Financiamento dos Pequenos Negócios no Brasil
Apresentação – O financiamento dos Pequenos Negócios

Anuário do Trabalho

O anuário apresenta as principais informações sobre os Pequenos Negócios extraídas das fontes de informações oficiais mais importantes do país, tais como: PNAD (IBGE), RAIS (MTE) e PED (Dieese/Seade)
Maiores informações com Paulo Jorge Fonseca

Anuário do trabalho 2014 | Apresentação 
Anuário do Trabalho 2013
Anuário do Trabalho 2012
Anuário do Trabalho 2010/2011
Anuário do Trabalho 2009
Anuário do Trabalho 2008
Anuário do Trabalho 2007


As MPE nas Exportações Brasileiras

As estatísticas aqui apresentadas mostram o número de empresas, o valor total exportado e o valor médio exportado por tamanho de firma. Além disso, são apresentadas informações desagregadas segundo o ramo e o setor de atividade das firmas, as faixas de valor exportado, as classes de produtos, os principais produtos exportados e os principais países e regiões de destino das vendas. Apresentam-se, também, dados referentes às exportações efetuadas por meio do Despacho Simplificado de Exportação (DSE).
Maiores informações com Paulo Jorge Fonseca e Marco Aurélio Bedê

As MPE nas exportações brasileiras: 1998-2015 – Brasil
As MPE nas exportações brasileiras: 1998-2015 – Estados

Anteriores
As MPE nas exportações brasileiras: 1998-2014 – Brasil
As MPE nas exportações brasileiras: 1998-2014 – Estados
As MPE na Exportação Brasileira 1998-2013 – Brasil
As MPE na Exportação Brasileira 1998-2013 – Estados
As MPE apoiadas pelo Sebrae nas exportações

As MPE na Exportação Brasileira 1998-2012 – Brasil
As MPE na Exportação Brasileira 1998-2012 – Estados
As MPE na Exportação Brasileira 1998-2011


Indicadores de Crédito das Micro e Pequenas Empresas

Pesquisa quantitativa realizada pelo Sebrae em parceria com o Banco Central do Brasil. Com base no cruzamento dos dados de 3 mil micro e pequenas empresas, é apresentado o panorama de acesso a crédito dos pequenos negócios brasileiros.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê

Indicadores de Crédito das Micro e Pequenas Empresas no Brasil


Participação das MPE na Economia Brasileira

Os impactos do SIMPLES Nacional

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006. Com a entrada de meio milhão de empresas em 2015, o Simples já está próximo da marca de 10 milhões de optantes em todo o País.

Para avaliar os impactos do Simples Nacional, foram entrevistadas 6.023 empresas de micro (ME) e pequeno (EPP) porte, em todas as regiões do País.

A amostra contempla optantes e não optantes pelo regime tributário, com representantes dos setores da indústria e construção, comércio e serviços. Eles foram questionados por telefone, partindo do Cadastro Sebrae de Empresas (CSE), no período de setembro a novembro de 2014.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê

Os Impactos do Simples Nacional

Sondagem Conjuntural

Pesquisa mensal realizada com o objetivo de conhecer as expectativas dos donos dos pequenos negócios em relação à economia brasileira e ao seu próprio negócio, bem como identificar quais as suas principais dificuldades.

Mais informações com Paulo Jorge Fonseca 

2017
Junho




Anuário das Mulheres

Estudo inédito elaborado pelo Sebrae, em parceria com o DIEESE, teve por objetivo mapear a evolução da participação da mulher no mercado de trabalho brasileiro, seja como empreendedora ou como trabalhadora, nas cinco regiões e nas 27 Unidades da Federação.

Foi possível constatar, por exemplo, que a quantidade de mulheres empreendedoras cresceu 21,4%, de 2000 a 2011, enquanto a participação dos homens subiu apenas 9,8%. O estudo revelou também que 41,3% das mulheres que montaram um negócio estão na faixa de 18 a 39 anos de idade e 52% têm entre 40 e 64 anos. Cerca de 40% delas são chefes de família, sendo que 70% têm ao menos um filho.
Maiores informações com Paulo Jorge Fonseca

Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas 2014-2015
*Errata da Tabela 44

Anteriores
Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas 2014
Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas 2013


Perfil da ME e da EPP

Pesquisa quantitativa realizada em 2017 com o objetivo de levantar as principais características dos empresários donos de Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP).

Perfil da ME e da EPP


Empresas do Setor de Vestuários e Acessórios

Esta pesquisa entrevistou 5.746 pessoas com o objetivo de conhecer o mercado de vestuário e acessórios. Nela, são identificados os principais hábitos de empresários na compra de mercadorias, assim como os fatores que definem a sua relação com os clientes. Também são apresentadas as práticas de marketing mais recorrentes e a situação do mercado.
Maiores informações com Kennyston Lago

Pesquisa quantitativa: Vestuário e acessórios 2015


Empresas do Simples

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) tem como missão “promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas e fomentar o empreendedorismo”. Para que essa missão seja cumprida, é nosso papel conhecer o universo dos pequenos negócios em suas especificidades e este documento apresenta algumas informações sobre este universo.
Maiores informações com Paulo Fonseca.

 As Pequenas Empresas do Simples Nacional


GEM - Global Entrepreneurship Monitor

O Global Entrepreneurship Monitor (GEM) é uma pesquisa internacional, realizada anualmente, que mede a evolução do empreendedorismo em dezenas de países. O trabalho ainda permite identificar os fatores críticos que contribuem ou inibem a iniciativa empreendedora, em cada país. Além da taxa de empreendedorismo, o estudo monitora a evolução de variáveis tais como: a relação oportunidade/necessidade, a participação das mulheres, dos jovens e a motivação para empreender.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê e Paulo Jorge Fonseca.


Índice de Confiança dos Pequenos Negócios

Pesquisa mensal que apresenta o Índice de Confiança dos Pequenos Negócios no Brasil, no mês de referência. O trabalho apresenta ainda o nível de atividade do mês anterior e as expectativas para os próximos três meses. São entrevistadas 5.600 empresas, com resultados para o país, 27 Unidades da Federação, 4 setores (indústria, comércio, serviços e construção), 3 portes de empresas (MEI, ME e EPP). O trabalho serve para monitorar o impacto da conjuntura econômica sobre o universo de Pequenos Negócios existentes no Brasil e as tendências para esse segmento, nos próximos meses.
Maiores informações com Marco Aurélio BedêDênis Nunes e Paulo Jorge Fonseca

2016
Junho (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Maio (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Abril (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Março (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Fevereiro (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Janeiro (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)

2015
Dezembro (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Novembro (Completa/Reduzida)
Outubro (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Setembro (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Setembro (Relatórios Especiais por UF set/15)
Agosto (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Julho (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Junho (Completa/Reduzida/Dados por Região/Dados por UF)
Maio (Completa/Reduzida)
Abril (Completa/Reduzida)
Março (Completa/Reduzida)
Fevereiro (Completa/Reduzida)
Janeiro (Completa/Reduzida)

2014
Dezembro (Completa/Reduzida)
Novembro (Completa/Reduzida)
Outubro (Completa/Reduzida)
Setembro (Completa/Reduzida)
Agosto (Completa/Reduzida)
Julho (Completa/Reduzida)
Junho (CompletaReduzida)
Maio (Completa/Reduzida)
Abril (Completa/Reduzida)
Março (Completa/Reduzida)
Fevereiro (Completa/Reduzida)
Janeiro (Completa/Reduzida)

2013
Dezembro (Completa/Reduzida)
Novembro (Completa/Reduzida)
Outubro (Completa/Reduzida)
Setembro (Completa/Reduzida)
Agosto (Completa/Reduzida)
Julho (Completa/Reduzida)
Junho (Completa/Reduzida)
Maio (Completa/Reduzida)
Abril
Março 
Fevereiro


Negócios Promissores

Estudo aponta negócios com maior chance de sucesso em 2017, com base nas tendências esperadas para o ano.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê.

Negócios promissores 2017
Apresentação – Negócios promissores 2017

Anteriores
Negócios promissores 2015


Os Donos de Negócio do Brasil

Trabalhos realizados a partir dos microdados da PNAD e que procuram caracterizar os Donos de Negócio existentes no Brasil (com ou sem registro formal), abordando variáveis tais como: a quantificação do universo, o tipo de ocupação, a posição no domicílio, rendimento médio mensal, idade em que começou a trabalhar, tempo no trabalho atual, dentre diversos outros, sendo distribuídos por regiões do País e por UF.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê.

2016 (Dados de 2001 a 2014)
Empresários, Potenciais Empresários e Produtores Rurais no Brasil (publicação prévia)
Análise por Faixa Etária 
Análise por Raça/Cor 
Análise por Sexo
Perfil do Produtor Rural 

2015 (Dados de 2003 a 2013)
Empresários, Potenciais Empresários e Produtores Rurais 
Empresários da Indústria, Construção, Comércio e Serviços no Brasil
Faixa Etária
Sexo
Raça/Cor
Escolaridade
Renda
Grau de Informatização


Perfil do MEI

Após mais de 5 anos da existência do Microempreendedor Individual (MEI), não há dúvidas do tamanho e da importância desse fenômeno. De julho de 2009 a dezembro de 2015, o número de MEI saltou de zero para 5.680.614, alcançando uma média de 100 registros por hora. O perfil deste público é tema desta pesquisa.
Maiores informações com Kennyston Lago

Perfil do Microempreendedor Individual 2017

Anteriores
Perfil do Microempreendedor Individual 2015
Perfil do MEI 2015 – Resultados por UF
Apresentação do Perfil do Microempreendedor Individual 2015
Perfil do Microempreendedor Individual 2013
Perfil do Microempreendedor Individual 2012
Perfil do Microempreendedor Individual 2011


Produtor Rural

Os clientes do Sebrae não se encontram apenas no meio urbano, mas também no meio rural. Em parte devido à localização e ao tipo de negócio, esse segmento apresenta maiores especificidades frente aos negócios urbanos. A extensão de nosso país, os diferentes biomas existentes e as conhecidas disparidades regionais conferem a esse público uma heterogeneidade ainda maior do que se pode perceber no meio urbano.
Maiores informações com Dênis Nunes.

Perfil do Produtor Rural 2012


Relação das MPE com os Contadores

Pesquisas quantitativas realizadas com o objetivo de conhecer aspectos da relação entre os contadores e as Micro e Pequenas empresas.
Maiores informação com Marco Aurélio Bedê

Relação dos contadores com as MPE
Relação das MPE com os contadores


Sobrevivências das Empresas no Brasil

Esse documento dá continuidade ao trabalho divulgado em 2011, apresentando as taxas de sobrevivência das empresas criadas entre os anos de 2008 e 2012, calculados a partir de novos dados disponibilizados pela Receita Federal.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê

Sobrevivência das empresas – 2016
Apresentação sobrevivência das empresas – 2016
Fatores determinantes à sobrevivência das empresas

Anteriores
Sobrevivência das Empresas no Brasil – 2013

2017

Racionamento de água

Embora tenha havido uma melhora do nível dos reservatórios do Sul e Centro-Oeste, no período mais recente, ainda existem sistemas com níveis muito baixos de reserva, como no caso dos reservatórios do Nordeste. Em 2016, cerca de 16% das empresas brasileiras enfrentaram problemas com o abastecimento de água. O ES foi o estado mais afetado em 2016, mas o nordeste foi a região onde mais estados sofreram. Para 2017, 25% das empresas tem uma expectativa de enfrentar problemas nessa área. Os estados do ES (39%), CE (44%) e PB (46%) lideram essa expectativa de enfrentar problemas com o abastecimento de água até o final deste ano.

Pesquisa Racionamento de água
Apresentação

Benefícios de se tornar empresário

O relatório mostra que o fator “renda” é determinante para se tornar empresário (57% dos entrevistados citam algum item associado à renda). “Conciliar trabalho com família” (22%) e “se realizar como empreendedor” (15%) também são importantes, mas vêm em um segundo plano. De forma complementar, os dados da PNAD confirmam que o rendimento médio dos Empregadores é 3 vezes superior ao dos Empregados.

Pesquisa Benefícios de se tornar Empresário
Apresentação

Empresas Familiares

Na literatura não há um consenso sobre a definição do que é uma “empresa familiar”. As definições nessa área giram em torno da análise dos itens “controle”, “propriedade” e a presença de “família” na empresa. Apesar da falta de consenso sobre a definição, é consenso que parte expressiva das empresas da economia são “familiares”, mesmo nas economias mais desenvolvidas. Neste trabalho, utilizou-se como definição de “empresa familiar” aquela em que há parentes diretos (pai, mãe, avô, avó, filho/a, sobrinho/a, neto/a, cunhado/a) entre os sócios e/ou entre os empregados. Cerca de 24% das empresas possuem parentes entre os sócios e em 23% das empresas existem parentes entre os empregados. O total de empresas que possui parentes (como empregados e/ou sócios) é de 36%. De forma complementar, deve-se lembrar que, de acordo com os dados da RAIS, 58% das empresas tem zero empregados. Nestas empresas, com certeza as decisões são tomadas pelo sócio principal, em geral, aquele que criou o empreendimento.

Pesquisa Empresas Familiares
Apresentação

Terceirização da mão de obra

Encontra-se no Congresso Nacional Projeto de Lei (PL 4.330/2004) que prevê a possibilidade de terceirizar a mão de obra das “atividades-fim” das empresas. O projeto já foi aprovado na Câmara dos Deputados e aguarda apreciação pelo Senado Federal. A legislação atual limita a terceirização às “atividades-meio”. Diante da possibilidade de ampliação da terceirização da mão de obra para as “atividades-fim”, o Sebrae realizou uma pesquisa com Pequenos Negócios (MEI, ME e EPP), para saber o que os empresários pensam sobre o assunto. A pesquisa procurou identificar também as dificuldades que estas empresas tem tido para contratar mão de obra qualificada.

Terceirização da mão de obra
Apresentação
Artigo


Pensando na aposentadoria

A reforma da previdência e as alterações nas regras da aposentadoria devem ocupar um espaço importante da pauta de 2017. Em função disso, no final de 2016, o Sebrae consultou 6.617 empresas (MEI, ME e EPP) para identificar qual a proporção de empresários que se preocupa com a aposentadoria, e como eles pretendem se aposentar.

Pensando na aposentadoria
Apresentação
Artigo


Expectativas para 2017

Pesquisa especial de final de ano realizada com o objetivo de conhecer as expectativas econômicas dos pequenos negócios para o ano de 2017.

Expectativas para 2017



2016

Abrir mão do negócio

O objetivo desta pesquisa foi identificar a proporção de empresários que abriria mão de seu negócio por um emprego com carteira assinada. Participaram desta pesquisa 6.121 empresas (MEI, ME e EPP).

Relatório “Abrir mão do negócio”


Avaliação de natal

Pesquisa especial de final de ano realizada com o objetivo de mensurar a expectativa de vendas de natal dos pequenos negócios em 2016.

Avaliação de Natal 2016


Benefício de ser empresário

Durante o mês de abril de 2016, no âmbito do painel das Micro e Pequenas Empresas (MPE) que respondem ao ICPN, foi levantada uma “questão extra” sobre qual o principal benefício para se tornar empresário. Foram consultadas 5.895 empresas.

Relatório “Benefício de ser empresário”


O fim da crise econômica

O objetivo desta pesquisa foi identificar qual é a expectativa dos empresários sobre quando a atual crise econômica será superada. A pesquisa foi realizada junto a uma amostra de 5.926 empresas (MEI, ME e EPP).

Relatório “O fim da crise econômica”


Pagamentos em atraso

Pesquisa especial de final de ano realizada com o objetivo de avaliar a capacidade dos pequenos negócios de pagar as suas contas em dia.

Pagamentos em atraso 2016


Pensando na aposentadoria

O Sebrae consultou 5.943 empresas (MEI, ME e EPP) para identificar qual a proporção de empresários que se preocupa com a aposentadoria, e como eles pretendem se aposentar.

Relatório “Pensando a Aposentadoria”


Pressão de custos

Durante o mês de maio de 2016, foi aplicada uma “questão extra” no painel das Micro e Pequenas Empresas (MPE) que respondem ao ICPN, sobre qual o item que mais tem pressionado o custo das empresas, nesse momento.

Relatório “Pressão de Custos”


Uso de recurso extra

Foi levantado junto às Micro e Pequenas Empresas (MPE) do painel o que estas fariam se o negócio pudesse contar com um recurso extra (lucrasse 50% a mais no mês). Foram consultadas 5.944 empresas (MEI, ME e EPP).

Relatório “Uso de Recurso Extra”



2015

13º salário em 2015

O trabalho identifica a situação dos Pequenos Negócios com relação ao pagamento do 13º Salário no fim de 2015.

Relatório 13º Salário em 2015

A crise Hídrica e as MPE

Pesquisa perguntou a 5 mil MPEs e MEIs se, em 2015, eles já haviam enfrentado algum problema de abastecimento de água até maio deste ano.

Relatório – A Crise Hídrica

A Tecnologia da Informação nos pequenos negócios brasileiros

A pesquisa tem o objetivo de Identificar o perfil do uso de TIC no universo dos Pequenos Negócios no Brasil.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê.

Pesquisa 2015
Apresentação Resumida
Apresentação Completa
Dados por UF (Excel)

Anteriores – 2014
As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) nas MPE brasileiras – 2014

Bancarização das MPE

O acesso a serviços bancários é um dos temas de maior procura por informações. Em função disso, em julho deste ano o Sebrae consultou 6.005 empresas (MEI, ME e EPP) para identificar qual a proporção destas empresas que tem relacionamento com bancos comerciais, como Pessoa Jurídica. As entrevistas foram feitas entre 1 e 31 de julho.

Relatório de Bancarização das MPE

Empresas familiares

O objetivo desta pesquisa foi identificar a proporção de “empresas familiares” no universo dos Pequenos Negócios formais no Brasil.

Relatório Empresas familiares

Estratégias de vendas das MPE

Diante do atual desaquecimento da economia, o Sebrae consultou 6.050 empresas (MEI, ME e EPP) para identificar quais as estratégias que estas empresas pretendem adotar para estimular as vendas, em 2015.

Estratégias de vendas das MPE

Expectativas para 2016

A pesquisa identifica a avaliação geral dos Pequenos Negócios com relação ao ano atual e as expectativas para 2016.

Relatório “As expectativas para 2016”

Inovação e sustentabilidade

O Seminário Internacional sobre os Pequenos Negócios partiu de um processo intenso e coletivo de reflexão sobre o que mudou na última década e que oportunidades e desafios podemos vislumbrar para os pequenos negócios e para o Sebrae até 2022.

O livro é a síntese das palestras realizadas no seminário e representa uma importante contribuição para a elaboração da proposta de direcionamento estratégico sintonizado com as necessidades do país e dos pequenos negócios para os próximos dez anos.

Inovação e Sustentabilidade – Bases para o Futuro dos Pequenos Negócios

Inovação nos Pequenos Negócios

Pesquisa que entrevistou 2.326 empresários, realizando perguntas sobre inovação em produtos (bens ou serviços), processos, organizacional e marketing.
Maiores informações com Alexandre Ambrosini.

Inovação nos Pequenos Negócios

Investimentos nas MPE

A pesquisa identifica a proporção de empresas que pretendiam realizar investimentos novos até o final de 2015, assim como o tipo de investimento.

Relatório Investimentos nas PME

Nova favela brasileira

Pesquisa com 2.000 adultos moradores de 63 favelas, realizada nas principais cidades do país, estima existirem 12,3 milhões de pessoas morando nestas comunidades. O trabalho apresenta um perfil desta população, como enxergam o país e a própria vida, como se relacionam com o poder público e com o sistema financeiro, seus hábitos de consumo, uso de Tecnologias da Informação e Comunicação, seus hábitos de entretenimento, suas maiores preocupações e suas perspectivas.
Maiores informações com Marco Aurélio Bedê.

Nova Favela Brasileira

O que pensam as micro e pequenas empresas sobre sustentabilidade

Esta sondagem surge do interesse do Sebrae em avaliar o nível de percepção dos empresários de micro e pequenas empresas, no Brasil, acerca de sustentabilidade. Foram realizadas 3.912 entrevistas em todo o País.
Maiores informações com Alexandre Ambrosini..

O que Pensam às Micro e Pequenas Empresas Sobre Sustentabilidade 2012

Sondagem sobre empreendedorismo digital

Agora, a presente sondagem pretende iluminar aspectos importantes relativos ao comportamento desses empreendedores digitais – público que ainda é relativamente pouco conhecido, em parte devido ao seu surgimento recente e em parte pelas suas características intrínsecas que os fazem estar sempre à frente em conhecimento, tecnologia e modelo de negócios.
Maiores informações com Alexandre Ambrosini.

Sondagem Sobre Empreendedorismo Digital


Terceirização das atividades fim

A pesquisa visa identificar a opinião dos Pequenos Negócios sobre a possibilidade de terceirização da mão de obra nas atividades fim (tema que tem projeto de lei tramitando no Congresso Nacional). Para 23% das empresas consultadas a possibilidade de terceirizar empregados na atividade fim pode ser interessante. Para 64%, o projeto de lei, se aprovado não alteraria a situação atual da empresa, 6% não souberam responder e 6% disseram que não se aplica (p.ex. por não trabalharem com empregados). Os segmentos com maior interesse estão nas EPP, no setor da construção e na região sul. O estado com maior interesse foi o Paraná e o que apresentou menor interesse foi o estado da Paraíba. São Paulo, ficou próximo à média nacional.

Terceirização das atividades fim 


2013


Pesquisa sobre Sustentabilidade

Pesquisa que entrevistou 2.326 empresários, realizando perguntas sobre inovação em produtos (bens ou serviços), processos, organizacional e marketing.

Maiores informações com Alexandre Ambrosini.

Inovação nos Pequenos Negócios