As principais necessidades dos empresários em 2017

Por Aretha Zarlenga e Kennyston Lago, edição de Pedro Henrique Souza

Com base no cenário econômico atual e no resultado de pesquisas realizadas pelo Sebrae, identificamos as 3 principais necessidades dos pequenos negócios em 2017. O período é marcado por dificuldades financeiras e de gestão. Isso fica claro ao identificar as principais causas de mortalidade das empresas. Entre as mais citadas estão o alto valor dos impostos, a baixa demanda por produtos e serviços e a inadimplência, além das dificuldades no modo de gerir o negócio.

Principais causas de fechamento das empresas
graf 1Esses números deixam claro que algumas temáticas podem ajudar a reduzir o índice de mortalidade das empresas. Trata-se de áreas como planejamento, finanças e crédito.

 

Ferramentas de planejamento

Ainda de acordo com a pesquisa “Causas de mortalidade das empresas”, existe relação positiva entre o tempo de planejamento para a abertura do negócio e o sucesso desses empreendimentos. Verifica-se que as empresas ativas dedicaram 44% a mais de tempo nessa atividade. E, entre o total de negócios, mais da metade investiu menos de 6 meses no seu planejamento.

Tempo gasto no planejamento para a abertura da empresa
graf 2

Gestão financeira

Um aspecto mais específico do planejamento merece destaque. A gestão eficiente dos recursos financeiros. De um lado, o cenário econômico exige melhoria desse tipo de controle. Do outro, essa é uma demanda recorrente entre os empresários. Para 26% deles, cursos ou consultorias na área de finanças são os mais úteis, enquanto conhecimentos relativos ao pagamento de impostos respondem por 8%, como indica a pesquisa “Expectativas e o Papel do Sebrae”

Temas mais demandados pelos empreendedores para cursos e consultorias
graf 3 pik

 

Crédito consciente

Ainda que o crédito possa ser positivo em diversos aspectos, ele também pode vir a expor os empreendedores ao risco de inadimplência, condição que atingiu nível recorde em 2016. Em agosto, 8% das micro e pequenas empresas tinham pagamento com mais de 3 meses em atraso.

Além das dificuldades de planejamento, também contribuem com esse contexto as escolhas inadequadas quanto à modalidade de crédito e a finalidade dada aos recursos obtidos, que podem dificultar o pagamento das dívidas. De acordo com a pesquisa Financiamento dos pequenos negócios, 53% dos participantes afirmaram que pretendiam empregar os recursos obtidos em capital de giro, enquanto 36% pretendiam comprar mercadorias para revender, como mostra a pesquisa “Financiamento dos Pequenos Negócios“.

Principais finalidades para recursos obtidos em empréstimos
graf 4

Colaboração de Gabriel Gil

Veja as outras notícias desta edição do Gestão em Foco
Conheça os recursos que vão turbinar o atendimento do Sebrae
Conheça as 5 melhorias mais recentes do SGE