Simples nacional

Informações sobre número de optantes, impacto e avaliação do Simples Nacional.

Assunto disponibilizado pela Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Nacional


Índice

Como foi a evolução do número de empresas optantes do Simples Nacional nos últimos dez anos?
Qual é a proporção de Micro e Pequenas Empresas que é optante do Simples?
Qual é a avaliação das empresas optantes sobre o Simples?
Quais os principais benefícios do Simples?
O que poderia ser feito para aperfeiçoar o Simples?
O que aconteceria com as empresas optantes se o Simples acabasse?
Relatórios completos
Referências


Como foi a evolução do número de empresas optantes do Simples Nacional nos últimos dez anos?

Entre 2007 e 2016, o número de empresas optantes do Simples Nacional cresceu 364%, passando de 2,5 milhões para 11,6 milhões (expansão de 9,1 milhões de optantes). O principal responsável por esta forte expansão foi o Microempreendedor Individual (MEI). No período em questão, foram criados 6,5 milhões de MEI, enquanto o número de ME e EPP optantes apresentou uma expansão de 2,6 milhões de empresas.

Simples Nacional. Sebrae, 2017.

Qual é a proporção de Micro e Pequenas Empresas que é optante do Simples?

A pesquisa do Sebrae, com uma amostra representativa do universo de Micro e Pequenas Empresas no Brasil, mostrou que 86% das MPE estão cobertas pelo Simples Nacional.

Simples Nacional. Sebrae, 2017.

Qual é a avaliação das empresas optantes sobre o Simples?

Cerca de 76% das empresas optantes do Simples Nacional consideram esse regime de impostos ótimo ou bom.

Simples Nacional. Sebrae, 2017.

Quais os principais benefícios do Simples?

Segundo as empresas optantes do Simples, entre os principais benefícios desse regime de tributação, se destacam: “saber que a empresa está em dia com suas obrigações” (89%), “a redução do peso dos impostos” (86%), “conhecer o quanto a empresa paga de impostos” (82%) e “reduzir a burocracia” (82%).

Simples Nacional. Sebrae, 2017.

O que poderia ser feito para aperfeiçoar o Simples?

Cerca de 64% das empresas optantes do Simples acreditam que esse regime de impostos ainda pode ser melhorado. Na opinião dessas empresas, a principal melhora seria “tornar mais suave o aumento dos impostos quando a empresa crescer” (15%). Está prevista para o início de 2018 uma alteração no Simples que vai nessa direção. Trata-se da mudança na tabela de cálculo do imposto, à semelhança da tabela do Imposto de Renda, tornando mais suave o aumento da carga tributária à medida em que as empresas crescerem.

Simples Nacional. Sebrae, 2017.

O que aconteceria com as empresas optantes se o Simples acabasse?

Quase 70% das empresas optantes do Simples seriam bastante prejudicadas se o Simples Nacional acabasse. Com o fim do Simples, 29% acreditam que fechariam a empresa, 20% iriam para a informalidade, 18% reduziriam suas atividades, 20% continuariam como estão e 12% acreditam que aconteceriam outras coisas.

Simples Nacional. Sebrae, 2017.

Relatórios completos

Análise sobre o Simples – 2017
Os impactos do Simples Nacional – 2017 (Apresentação)
Os impactos do Simples Nacional por UF – 2017 (Apresentação)

Referências

Simples Nacional. Sebrae, 2017.