Informação Tecnológica

A inovação tecnológica é condição fundamental para se competir no mercado atualmente. Mas antes de investir na criação de uma nova tecnologia, a empresa deve pesquisar o que já foi desenvolvido no mundo. Uma dessas fontes de informação são os bancos de patente. O INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) é o órgão que detém o acervo de patentes e que pode ajudar na pesquisa desses milhares de documentos.

Este assunto é de responsabilidade da Unidade de Acesso a Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade.05 de Julho de 2018


Índice

O que é informação tecnológica?
Quem pode pesquisar?
Por que fazer a busca tecnológica?
Quais são as vantagens?
Passo a passo para a consulta
Ainda com dúvidas?
Como o Sebrae pode te ajudar?
Referências


O que é informação tecnológica?

A informação tecnológica está disponível nos documentos de patente em todo o mundo, encontrados em bancos de dados especializados. O pesquisador ou a empresa que investe no desenvolvimento de tecnologias tem nos bancos de patente a mais completa entre as fontes de pesquisa.

Ali poderão encontrar informações sobre o que já foi desenvolvido no mundo e o que se encontra protegido sob forma de patente (tecnologias que, portanto, exigem pagamento ao inventor para serem usadas).

Quem pode pequisar?

O acesso a alguns bancos de patentes é gratuito e qualquer pessoa física ou jurídica pode pesquisar tecnologias em sua base de informações.

Por que fazer a busca tecnológica?

A busca de informação tecnológica é uma grande aliada, pois permite ao inventor e às empresas evitarem o gasto desnecessário de tempo e dinheiro em tecnologias já existentes.

Quais são as vantagens?

  • Identificar tecnologias já desenvolvidas e protegidas por patentes,  evitando litígios.
  • Identificar tecnologias não protegidas em determinados mercados, a fim de que possam ser explorados.
  • Ajudar na decisão de investimento em pesquisa e desenvolvimento.
  • Direcionar os esforços de desenvolvimento para tecnologias não existentes ou para aprimorar outras já desenvolvidas.
  • Encontrar parceiros para licenciamento de tecnologias.

Passo a passo para a consulta

Para ajudar o usuário na pesquisa de patentes dentro de bancos de dados com acesso gratuito, o INPI disponibiliza em seu site, alguns Guias Práticos de Busca de Patentes. Além de explicar como fazer a busca por depositante, por inventor e por uma combinação de palavras-chave com a Classificação Internacional de Patentes (CIP), estão disponíveis também tutoriais de busca para 4 bases de patentes gratuitas: a base do INPI, as bases LATIPAT e Espacenet do EPO (Escritório Europeu de Patentes) e a Patentscope da OMPI (Organização Mundial da Propriedade Intelectual).


Oferece acesso a pedidos de patentes depositados no Brasil, tanto por residentes no país quanto por não-residentes. [1]


Contém informações sobre patentes depositadas na Espanha e em países da América Latina, permitindo pesquisas em português e espanhol. [2]


Apresenta patentes de mais de 90 países, inclusive dos principais países depositantes, como Estados Unidos, Japão, China, Coréia do Sul e Alemanha. O Brasil também está incluído. Esta é a base de maior abrangência e as pesquisas devem ser feitas, preferencialmente, em inglês. [3]


nesta base, é possível fazer buscas em texto completo, no idioma original, na documentação de patente de mais de 40 países (incluindo o Brasil), apresentando os resultados em gráficos e tabelas. Além do acesso a documentos depositados via PCT, permite ainda a busca por compostos químicos e a tradução do documento em diferentes línguas, dentre outras funcionalidades. [4]


Ainda com dúvidas?

No INPI, a Coordenação-Geral de Estudos Projetos e Difusão da Informação Tecnológica (CEPIT) tem o papel de disseminar a informação tecnológica de patentes ao público em geral, além de tratar a documentação de patentes existente e torná-la pública na RPI (Revista da Propriedade Industrial). Assim, para auxiliar os usuários, foram elaborados diversos tutoriais de busca de patentes, além de estudos setoriais e radares tecnológicos baseados na documentação de patente publicada, que podem ser consultados. O usuário também poderá solicitar cópia de documentos de patente publicados, que não estejam ainda disponíveis através do Portal do INPI, ou consultar a literatura relativa à inovação e propriedade intelectual existente na biblioteca do INPI. Para saber mais, consulte o site do INPI (www.inpi.gov.br). Eventuais dúvidas podem se enviadas por meio do “Fale Conosco” disponível na página inicial do INPI.

Como o Sebrae pode te ajudar?

O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) é a instituição especialista em pequenos negócios. Dentre as diversas ações que promovemos com o objetivo de tornar a sua empresa mais competitiva e inovadora, está o projeto Sebraetec.
O Sebraetec é um projeto que viabiliza o acesso a serviços tecnológicos customizados para os pequenos negócios. Para contratar esse serviço, basta procurar o Sebrae mais próximo da sua empresa.

Referências

[1] INPI
[2] Latipat
[3] Espacenet
[4] Patentscope