.

IG – Região de Corupá

A Região de Corupá é conhecida histórica e qualitativamente pela produção de bananas há mais de 150 anos. O diferencial da banana produzida nessa região é o sabor: doce por natureza.

Este assunto é de responsabilidade da Unidade de Inovação. 19 de Outubro de 2018


1 / 6

2 / 6

3 / 6

4 / 6

5 / 6

6 / 6


Banana de Corupá.
Vista da região.
Cachos de banana.
Casa da região.
Vista do bairro.
Marca visual.

Sobre a Indicação Geográfica


A Denominação de Origem da banana da Região de Corupá possui uma área de 857,3 km2 distribuídos pelos municípios catarinenses de Schroeder, Jaraguá do Sul, Corupá e São Bento do Sul.

São várias famílias rurais que se beneficiam da produção num ambiente que é único e inigualável, não só pelas peculiaridades de clima e de relevo, mas também pelo saber-fazer, pelas tradições e culturas locais.


O fruto banana, reconhecido para a Denominação de Origem Região de Corupá, compreende todas as variedades de banana do subgrupo “Cavendish” (popularmente conhecida como Nanicão).

As bananas produzidas na Região de Corupá são caracterizadas por um sabor doce mais pronunciado, sendo esse um dos aspectos mais importantes nos atributos sensoriais reconhecidos pelos consumidores.

O manejo integrado na região é favorecido pelas condições edafoclimáticas locais. A cultura da banana chega a receber até dez vezes menos aplicações de produtos químicos que em outras regiões produtoras. O diferencial da banana produzida na Região de Corupá é o sabor: “doce por natureza”, que também é atribuído pelas condições locais, que fazem com que o tempo necessário para a produção de um cacho de bananas seja maior quando comparado às demais regiões produtoras. Como consequência, ocorre maior acúmulo e transformação dos açúcares e ácidos naturais das frutas, resultando em bananas mais aromáticas e saborosas.

Os frutos produzidos em Corupá apresentam menor acidez e maior relação açúcar-acidez (SST/AAT). As oscilações ao longo dos meses mostram que os frutos sofrem grandes interferências do ambiente em que são produzidas, possivelmente devido às temperaturas baixas e aos índices de radiação solar durante o inverno e início da primavera

As frutas produzidas na Região de Corupá apresentam maior teor de K, Ca e Mn, e menores teores de Mg. Essa composição mineral, possivelmente, está associada às características qualitativas das frutas produzidas nesta região.


A qualidade “doce por natureza” é conferida pelas características geo-edafo-climáticas encontradas na área demarcada da Denominação de Origem Região de Corupá, principalmente pela formação geológica e climática dessa região.

No conhecimento popular, a área delimitada de abrangência da Região de Corupá é definida pelas montanhas e vale, delimitada naturalmente pela cadeia contínua de montanhas com produção de banana até a altitude de 600 metros, montanhas que formam as nascentes do Rio ltapocú nos município que integram a região, e são interrompidas na fronteira dos municípios de Jaraguá do Sul e Schroeder com Guaramirim, a jusante do Rio ltapocú, onde se encontra a entrada do “vale” para a Regiãob~èndustyd, Corupá.

O sistema produtivo da banana na área geográfica da Denominação de Origem Região de Corupá é estabelecido pelas etapas e critérios descritos no Caderno de Campo do produtor. Ele se aplica a todas as etapas de produção da banana e seus derivados isoladamente ou consolidadas, de acordo com as atividades exercidas pelo produtor, sejam elas: produção da banana, colheita e pós-colheita, armazenagem e climatização, agroindustrialização, distribuição e comercialização.


A banana da Região de Corupá potencializa os recursos humanos existentes, gerando postos de trabalho, contribuindo para a subsistência de inúmeras famílias que veem na bananicultura uma importante fonte de rendimento, melhorando a qualidade de vida das populações e fixando-as no meio rural.

A Denominação de Origem Região de Corupá é uma extraordinária mais-valia para a região e populações que trabalham dia-a-dia no setor, como: o incentivo à produção integrada e mais sustentável; a proteção do nome contra imitações e utilizações indevidas; estratégias de promoção e de mercado deste produto diferenciado em nome da região; o melhoramento do rendimento dos agricultores; a fixação da população rural; e uma proximidade aos consumidores, fornecendo-lhes informações relativas às características específicas dos produtos.


Associação dos Bananicultores da Região de Corupá – ASBANCO
Endereço: R. Agostinho Oliari, 181 – João Tozini | Cidade: Corupá/SC | CEP: 89.278-000
E-mail: eliane@asbanco.com.br


Dados Técnicos

Número: BR412016000003-6
Indicação Geográfica: Região de Corupá
UF: Santa Catarina
Requerente: FEMAP – Associação dos Bananicultores da Região de Corupá – ASBANCO
Produtos: Banana
Data do Registro: 28/08/2018
Delimitação: Compreende parte dos municípios de Schroeder, Jaraguá do Sul, Corupá e São Bento do Sul.