.

IG – Pedro II

O nome opala é de origem sânscrita, na qual “upala” significa pedra preciosa. As opalas são conhecidas pela sua grande variedade de cores na mesma pedra. A formação das opalas preciosas se deve a fenômenos geofísicos específicos, necessitando de milhões de anos para a sua formação.

Este assunto é de responsabilidade da Unidade de Inovação. 9 de Agosto de 2018


1 / 6

2 / 6

3 / 6

4 / 6

5 / 6

6 / 6


Pedra opala.
 Joias artesanais confeccionadas com pedra opala.
 Bracelete com aplicação de pedra opala.
 Peça feita em mosaico utilizando resíduos da lapidação de opala.
 Brinco feito em mosaico.
 Marca visual.

Sobre a Indicação Geográfica


A descoberta das opalas está associada a casos fortuitos. As três versões existentes remetem ao final da década de 1930. A primeira é a história de um agricultor, que estava preparando a roça e, ao arrancar o pé de macaxeira, encontrou com a pedra brilhante. A segunda refere-se a um caçador que colocou a mão na toca de um tatu-peba e lá encontrou uma gema. A terceira fala de um morador da cidade usava roupas enfeitadas com botões de opala.

O certo é que a identificação das rochas como opala deu abertura ao surgimento das primeiras áreas de garimpo e mineração. Em meados da década de 1960, a empresa de Minérios Brasil começou a explorar a área chamada Boi Morto, que se tornou a principal jazida da região. Paralelamente, desenvolveram-se outros garimpos.

Na década de 1980, houve um início de esvaziamento da região, devido à dificuldade de encontrar pedras de
qualidade. Acredita-se que este fato ocorreu por causa da redução das reservas naturais. No entanto, estudos mais recentes estimaram uma reserva geológica de 1.200 toneladas de opalas brutas em Pedro II.


A cidade de Pedro II, localizada ao norte do Piauí, foi fundada e emancipada por portugueses, em 1854. A área onde ocorre o garimpo está assentada sobre serras, cujas altitudes chegam a atingir até 850 m. O clima durante o ano todo é frio seco, com temperatura média de 18°C a 28°C.

As condições necessárias para a formação da opala na natureza são extremamente raras. As ocorrências situam-se, geralmente, em terrenos áridos, a profundidades rasas abaixo da superfície, variando de 15 a 40 m. Depende essencialmente do fenômeno comum de evaporação das águas subterrâneas contendo soluções silicosas nas cavidades das rochas. Acredita-se que as opalas levaram aproximadamente 60 milhões de anos para se formar.


As opalas preciosas de Pedro II são opalas naturais, e apresentam um jogo de cores característico produzido pela difração da luz branca através de uma estrutura ordenada de micros esferas de sílica. As opalas não sofrem modificações do estado natural que se encontram, exceto para serem cortadas e polidas. As opalas preciosas são do tipo: pura, boulder e matriz. A tonalidade corpórea da opala preciosa varia de tons claros a escuros, de translúcidas a opacas.

As joias artesanais de opala, por sua vez, permitem a combinação das opalas preciosas com outros materiais, tais como ouro, prata e tucum. Os artesões desenvolvem designs próprios, criando uma identidade artística e valorização das suas joias, em forma de colares, pingentes, brincos, anéis.


A opala é conhecida como pedra da boa fortuna. Por sua vez, a cidade de Pedro II é responsável por praticamente 100% da produção de joias artesanais de opalas do Piauí, constituindo a principal atividade econômica da cidade. As joalherias possuem estruturas próprias de lapidação e de fundição, com investimento em maquinário e mão de obra qualificada. O Festival de Inverno de Pedro II é um dos maiores eventos do estado, exibindo as opalas preciosas e as joias artesanais de Pedro II.


IG Pedro II
Endereço: Av. Coronel Cordeiro, 672 – Centro | Cidade: Pedro II/PI | CEP: 64.255-000
Telefone: +55 (86)3271 -1559 | E-mail: opalas@uol.com.br


Dados Técnicos

Número: IG201014
Indicação Geográfica: Pedro II
UF: Piauí
Requerente: Conselho da União das Associações e Cooperativas de Garimpeiros, Produtores, Lapidários e Joalheiros de Gemas de Opalas e de Joias Artesanais de Opalas de Pedro II
Produto: Opalas preciosas de Pedro II e jóias artesanais de opalas de Pedro II
Data do Registro: 03/04/2012
Delimitação: A área compreende o município de Pedro II.