Exportação

Dados sobre a participação das micro e pequenas empresas na exportação brasileira.

Assunto disponibilizado pela Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Nacional


Índice

Total das exportações
Qual foi o valor total das exportações brasileiras nos últimos 20 anos?

Exportações das MPE
Como evoluíram as exportações das MPE nos últimos anos?

Qual a participação das MPE nas exportações brasileiras?
Quais são os principais produtos que as MPE exportam?
Quais são os principais destinos das exportações das MPE?

Relatórios completos
Referências


Qual foi o valor total das exportações brasileiras nos últimos 20 anos?

Por meio do gráfico interativo abaixo, você poderá visualizar a série histórica do valor total de exportações brasileiras nos últimos 20 anos. É possível filtrar as informações pelo período desejado, além de estado, município, produto e país importador.

Como evoluíram as exportações das MPE nos últimos anos?

O Brasil contou com 12.163 MPEs exportadoras em 2015, sendo 5.360 microempresas e 6.803 empresas de pequeno porte. O número de MPEs exportadoras teve crescimento de 8,6% em comparação com o ano anterior, com taxa de variação mais elevada entre as microempresas (11,8%) do que entre as empresas de pequeno porte (6,3%).

O aumento do número de MPEs exportadoras em 2015 repetiu o crescimento observado em 2013 e 2014, consolidando a reversão da tendência de queda que se observou durante os anos de 2005 a 2012.

Já o valor total exportado pelas MPEs foi de US$ 1,97 bilhão em 2015, o que significou queda de 1,6% em relação ao ano anterior. As exportações das microempresas somaram US$ 155,9 milhões no ano, com redução de 3,0%, e as das empresas de pequeno porte foram de US$ 1,82 bilhão, com recuo de 1,5%. Apesar de negativo, este desempenho foi muito melhor do que o observado nas exportações totais do país, que tiveram retração de 15,1%.

A combinação de aumento do número de firmas exportadoras com queda do valor exportado resultou em expressiva redução do valor médio exportado pelas MPEs nos últimos quatro anos. Em 2015, este valor ficou em US$ 162,4 mil, acumulando perda de 15,8% desde 2011. Esse desempenho recente representou a reversão de um processo de elevação do valor médio que predominou desde o início da década passada.

As Micro e Pequenas Empresas nas Exportações Brasileiras 1995-2015. Sebrae, 2015.

Qual a participação das MPE nas exportações brasileiras?

As MPEs representaram 61,0% do total de empresas exportadoras do país em 2015, sendo 26,9% referentes às microempresas e 34,1% às empresas de pequeno porte.

Como o valor das exportações das MPE se reduziu bem menos que o valor das exportações globais do país (-1,6% contra -15,1), a participação das MPEs nas exportações totais brasileiras cresceu de 0,89%, em 2014, para 1,03%, em 2015, voltando a superar o patamar de 1% pela primeira vez desde 2009.

As Micro e Pequenas Empresas nas Exportações Brasileiras 1995-2015. Sebrae, 2015.

Quais são os principais produtos que as MPE exportam?

A pauta de exportações das MPEs brasileiras é bastante diversificada em termos de produtos. Basta notar que os cinco principais itens responderam por somente 9,7% das vendas das microempresas e por 12,9% das exportações das pequenas empresas em 2015.

O principal item da pauta de exportações das MPE, em 2015, foi Calçados, suas partes e componentes, com participação de 2,3% nas exportações totais. O segundo mais importante foi Instrumentos e aparelhos de medida, de verificação etc. (participação de 2,0%), seguido de Vestuário para mulheres e meninas (1,9%), Móveis e suas partes, exceto médico-cirúrgicos (1,8%) e Pedras preciosas ou semipreciosas, trabalhadas (1,7%).

Entre estes cinco principais itens, dois tiveram variação positiva de suas exportações em 2015: Calçados, suas partes e componentes, com alta de 6,6%, e Móveis e suas partes, exceto médico-cirúrgicos, com 23,0%. Os demais sofreram queda, especialmente o item Vestuário para mulheres e meninas (-20,2%).

Entre as empresas de pequeno porte, o item mais importante da pauta em 2015 foi Obras de mármore e granito, com participação de 3,5% nas exportações totais e crescimento de 12,5% em relação a 2014. O segundo mais importante foi Madeira serrada ou fendida longitud. de espessura>6mm, com participação de 2,7% e crescimento das vendas de 22,0%.  Em seguida destacam-se Calçados, suas partes e componentes (participação de 2,9% e alta de 3,5% nas exportações), Móveis e suas partes, exc. médico-cirúrgicos (participação de 2,3% e redução de 16,3%) e Partes e peças para veículos automóveis e tratores (participação de 1,9% e queda de 10,6%).
exporta-5c-c3-a_21314736_96af1984e554c8dda3cd4311261cd02ccde9ecd1

As Micro e Pequenas Empresas nas Exportações Brasileiras 1995-2015. Sebrae, 2015.

Quais são os principais destinos das exportações das MPE?

As exportações das MPEs brasileiras são razoavelmente diversificadas em termos de blocos econômicos de destino, a exemplo do que acontece com as exportações totais do país. Entretanto, a importância relativa de cada um dos blocos apresenta diferenças importantes. Os países da América Latina – Associação Latino-Americana de Integração e Mercado Comum do Sul  (Aladi) e Mercado Comum do Sul (Mercosul) – tiveram participação relativamente mais importante nas vendas das MPEs em 2015, respondendo por 46,4% do total das microempresas e 42,0% das pequenas empresas, ao passo que, para as demais empresas, essa região representou somente 18,2%.

Estados Unidos (EUA) e Canadá têm participação semelhante em todos os portes de empresas, embora um pouco mais elevada nas empresas de pequeno porte (16,8%) e nas microempresas (15,9%) do que nas demais (13,8%). A União Europeia (UE) é um destino importante para todas as empresas, embora com participação ligeiramente menor nas vendas das micro e das pequenas empresas (16,3% e 16,8%, respectivamente) do que nas das demais empresas (17,8%).

As Micro e Pequenas Empresas nas Exportações Brasileiras 1995-2015. Sebrae, 2015.

Relatórios completos

As Micro e Pequenas Empresas nas Exportações Brasileiras 1995-2015. Sebrae, 2015.

Referências

As Micro e Pequenas Empresas nas Exportações Brasileiras 1995-2015. Sebrae, 2015.